PoesieRacconti utilizza cookie, anche di terze parti, per personalizzare gli annunci. Per informazioni o negare il consenso clicca qui.     Chiudi

Poesie in spagnolo

Pagine: 1234... ultimatutte

El árbol Cerezo

En otoño gobierna
la lluvia y el viento
despojan las hojas
y entonan sus cantos
Invierno qué frío!
lo pinta la nieve
y el árbol cerezo
duerme en silencio
a orillas del río
Pero en primavera
con las golondrinas
el sol lo acaricia
y festoso despierta
Nos dona su fruto
su dulce cereza
llegó el verano
con tanta firmeza
Y a orillas del río
festejo su sombra
y duermo serena
po

[continua a leggere...]



Luna (ausencia)

El eco
de sus palabras
retumba todavia
dentro de mi
Voz
de un cuerpo
ausente
(ella a huido, mariposa en la noche)
Luna te ruego
ayudame a buscarla
Deseo solamente
rozarla y
tener entre las manos
un recuerdo
de oro.

   4 commenti     di: Livio Morosini


Para ver-te

Estás inteira dentro em mim.
Basta para tanto um pensamento.
A ilusão da esperança faz-me viver:
a mentira bem contada satisfaz...
Não te vejo há muito, há muito
e muito tempo...
Talvez nunca te tenha visto,
mas minha mente diz o contrário,
insiste com argumentos que a razão
não ousa combater.
Não é preciso que estejas aqui...
O vento acaricia com mãos invisíveis
e és par

[continua a leggere...]



Puertas

Cuando se cierra una puerta...

Siento un vacío muy grande y
un abismo profundo en mi corazón.
Hay puertas que han sido cerradas y
no tengo llaves que abran candados.

Puertas cerradas de golpe...
el viento quizás con un soplo incierto.
¿Acaso tu mano firme las tiene selladas?
Puertas con candados de oro y llaves de acero.

Un silencio abismal detrás de las puertas,
quisie

[continua a leggere...]



Herança

A confecção deste poema foi um caso à parte, diferente dos demais poemas meus, que normalmente levam horas, às vezes dias para ser finalizados. Herança veio de uma golfada; nasceu, se muito, em trinta minutos, já pronto pra se mostrar ao mundo.


E eu morro a cada dia
quando cada coisa morre.
Outrora Deus me socorria;
agora já não socorre...

Vai um pássaro, coitadinho,
de hirtas

[continua a leggere...]




Pagine: 1234... ultimatutte



Cerca tra le opere

La pagina riporta i titoli delle opere presenti nella categoria Lingua spagnola.